Genocídio intelectual

Como melhorar sua vida sexual em 2 hábitos simples

Se você perdeu aquela alta libido, você não está sozinho. Pesquisas mostram que quase um terço das mulheres e 15% dos homens não têm o desejo de fazer sexo regularmente.

Mas há coisas que você pode fazer para despertar de volta a sua vida sexual.

Planeje mais noites de namoro

Se uma divertida noite de sábado com seu marido significa assistir séries em calças de moletom, isso pode estar matando seu desejo sexual. Reacenda seu romance saindo de casa para um encontro antiquado.

Suas datas não precisam ser grandes noites românticas; só ir ao cinema ou sair para jantar pode reacender a faísca que sentiu quando se conheceu pela primeira vez.

Se for muito caro contratar uma babá, peça a seus amigos com filhos para ficarem com ele ou ela, e ofereça-se para retribuir o favor. As possibilidades são que eles precisam de uma noite fora em algum momento também!

Mudanças hormonais

As mudanças hormonais têm um grande impacto no seu desejo sexual. As pílulas anticoncepcionais podem ser um dos maiores culpados: elas podem reduzir a produção de testosterona do seu corpo e, por sua vez, seu desejo de transar. Certas marcar podem até causar dor durante o sexo.

E mesmo se você não faz o uso de medicamentos ou outros métodos para controle de natalidade, estar ciente de seu estado hormonal pode ajudá-lo a melhorar sua libido.

A prolactina, o hormônio da amamentação, diminui o estrogênio e a testosterona em mulheres que amamentam, o que pode causar estragos hormonais. Além disso, a menopausa pode trazer uma diminuição na testosterona e no estradiol, um tipo de estrogênio.

Dê uma olhada no seu armário de remédios – suas receitas podem estar por trás de sua baixa libido. Além de pílulas anticoncepcionais, os infratores comuns incluem drogas para pressão alta, doença do refluxo gastroesofágico, ansiedade e depressão. Se um medicamento é o culpado mais provável, discuta sua preocupação com o médico prescritor. É possível que outro tratamento possa ser usado com menos efeitos colaterais.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *